Candomblé

*****************************************************************

C A N D O M B L É

Capacita o homem e a mulher através da iniciação e os prepara para uma vida consciente de trabalho e amor.
Atento aos direitos de cada um, pois quando se respeita o direito, certamente nos enquadramos no primoroso mandamento: “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”.
Natureza que deve ser amada e respeitada por todos nós.
Determinação em tudo que fazemos, seja no trabalho, seja na religião.
Orientar de maneira consciente a todo e qualquer irmão que nos procure.
Manter o pensamento voltado para o alto em busca de orientação.
Bondade que devemos manter em nossos corações.
Luz divina que inspira o ser humano a ser melhor.
Esperança que devemos ter na bondade do ser superior que é Deus.

*****************************************************************

O PRECEITO

A tradição regula, conduz e vigia o comportamento individual e comunitário com o conjunto de normas que impregna as manifestações da existência e condiciona-as com leis, normas e regras precisas. Nada fica para improvisação nem para ser decidido na situação. A tradição é lei. Os antepassados foram reformulando normas precisas que não se pode violar sem graves conseqüências. A fidelidade à tradição, dá aos povos africanos uma segurança que lhes permite constituir de fato um patrimônio moral que se vai acrescentando de geração em geração.

O mundo invisível está atento coercitivamente à conduta humana. Os antepassados, especialmente, e os outros habitantes velam pela ordem moral. A mesma missão cumprem os anciãos, os sacerdotes e os chefes. Os preceitos fundamentam-se numa noção clara de justiça que fica situada no próprio centro da ética negro-africana estabelecendo a paz, que constitui a mais íntima aspiração do coração negro-africano, considerada como uma ordenação equilibrada que realiza a unidade da pesoa, da comunidade, da sociedade.

*****************************************************************

O que é Candomblé?
Tateto Italesimbe

É, antes, ver, ouvir e silenciar-se.
Falar menos e agir mais.
Candomblé é simplicidade, união, tolerância,
Paciência, compreensão,
E, principalmente, sabedoria.

Não é luxo; mas, simplicidade.
Não é arrogância; mas, humildade.
Não é vaidade; mas, bom senso.
Não é discórdia; mas, união.
Não é incompreensão; mas, tolerância.
Não é inimizade; mas, amizade.

Candomblé implica irmandade.
E respeito pelos ancestrais que tanto sofreram.
E conseguiram preservar a cultura.
E as tradições de nossa Religião.

Nossa vontade, muitas das vezes,
Não é dos Inkinces;
Porque nossos caminhos e vidas,
São governados por eles:
Energias que não são manipuláveis.

Candomblé não é ódio, rancor.
É força!
É vida!
É amor!
E, acima de tudo, respeito pelos irmãos.
E, principalmente, pelo zelador.

Aos olhos de Zambi, nada se esconde,
E o que se planta hoje se colhe amanhã.
Ao entrar para o Candomblé, deixe, pois,
Que o mesmo entre em você!

Revisão Técnica de Mona Inkince Luengui

Anúncios

3 Responses to Candomblé

  1. Odé mutá disse:

    O meu comentario é sobre dicionario kikongo kibundos e umbundo, as pessoas do candonblé frequentam más não conhece o dialeto

  2. MARLON DE LOGUN EDÉ disse:

    Adorei esse site e gostaria de obter mais informações sobre festas em belo horizonte, muito axé.
    marlon de logun edé

  3. Fernando de Oxossi disse:

    Kubmada Gira meu velho Tateto Italesimbe.

    Qual e sua água,vc de qual nação e decedencia.
    Na questão de respeito devemos a todos sem excessão de cargo na nação.

    Abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: