O Candomblé e a Quaresma

Com a vinda  dos escravos para o Brasil, veio também  suas práticas Religiosas que eram praticadas na África de várias etnias, ou seja, Angola, Jêje, Yorubá e outras. Foram  eles obrigados a aceitar a imposição da Igreja Católica com o aval  dos donos  das Zenzalas a participarem  da Religião  que eles desconheciam, para tal  tiveram  que aceitar o sincretismo  religioso como forma de louvar seus Inkinses, Orixás, Voduns, e etc.  O que aconteceu aos escravos  que tinham  suas culturas religiosas se viram obrigados a mudar seus costumes religiosos e sincretizar suas Divindades. Costumes estes que perduram até  os dias de hoje.

O  que lamentamos é que os atuais dirigentes do Candomblé em todo Brasil não se deram conta ou não querem  se dar conta de que nós temos ou não dever  de ter, a necessidade de continuar a prestar obediência aos costumes Católicos. Ë muito triste que até hoje  ainda se tenha que guardar todos os costumes  daquela religião, costumes estes que não tem nada a ver com o candomblé, nós praticantes do Candomblé devemos trabalhar com dignidade e respeito para resgatar  de vez a nossa Tradição . O que não pode  continuar acontecendo,  é que continuemos  escravos ou dependentes de uma situação que já  deveria ter sido revista há muito tempo.

Logicamente que  tudo isso depende do poder de avaliação de cada um, e, nem sempre os dirigentes e participantes do Candomblé  conseguem avaliar com clareza o que já deveria ter sido extinto das nossas práticas candomblecistas. Como fica a situação de uma  pessoa que por motivo de doença, necessite de uma obrigação até  mesmo para sua saúde, e ai então vão ter esperar passar todo o tempo da quaresma? Faz a Obrigação, ou deixa morrer? Torna-se  muito difícil conviver com uma situação  que pode  ou melhor  nos deixa atados de pés e mãos incapazes de poder socorrer àquela pessoa porque temos que seguir os rituais que somente à Igreja  diz   respeito. Sabemos que o candomblé vive de toda uma Tradição e por sinal muito bonita e sagrada acima de tudo, mas dependência é outra coisa.

O dia que alguém responsável pelos movimentos candomblecistas tomar uma iniciativa positiva e correta dentro do que já foi  dito, realmente estaremos dando um passo muito importante para a nossa liberdade. Liberdade  Religiosa que e o único caminho que nos levará  com dignidade ao salutar  encontro de nossas divindades.

Nelson Mateus Nogueira
Tateto Nepanji

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: